Friday, July 24, 2015

The Glow Worm



Documentário sobre o pirilampo (Lampyris noctiluca) da Inglaterra


Documentário realizado no período 1940-1949


Fêmea adulta de Lampyris noctiluca





17 comments:

Fernando Martim said...

Já vi o que me parecem ser fêmeas de Lampyris.

Vou lhe enviar um email com a descrição.

Tânia Cardoso said...
This comment has been removed by the author.
Tânia Cardoso said...


As larvas de Lampyris, quanto tempo levam a tornar-se adultas? 2 anos?

lightalive said...

Olá Tânia


Normalmente sim, ainda que também podem levar mais 1 ano.


Mas apenas algumas chegam a tornar-se adultas, pois muitas morrem durante a fase larvar.

Pleia Des said...
This comment has been removed by the author.
Pleia Des said...

Vi luzes a brilhar no chão ainda há questão de uma semana e penso que deviam ser larvas de pirilampo. Não tinham uma luz fixa (era intermitente).

Seguem mais detalhes para a sua conta.

Já agora, porque é que não se encontram informações sobre os locais exactos onde se avistam os pirilampos, neste blog?

lightalive said...


Obrigado pelo relato!


Neste blog são dados nomes de várias localidades e inclusivamente foram colocados alguns mapas de distribuição para várias espécies bioluminescentes.

Pleia Des said...

Referia-me aos locais concretos dentro dessas localidades.

lightalive said...

Obrigado Fernando, pela mensagem. Vai já para a nossa database e os resultados serão brevemente publicados.

Pleia Des: Como pode ver no caso da China (http://pirilampos-lightalive.blogspot.pt/), as coisas podem dar para o torto... Isto porque provavelmente também não são só pessoas educadas e bem intencionadas, que visitam este espaço.

Prefiro alguma descrição, por respeito aos direitos dos animais e à conservação da Natureza.

No entanto, se alguém quiser participar em alguma caminhada em grupo, é só enviar-me uma mensagem.

Rita Fernandes said...

Concordo que não sejam divulgados os locais exactos. Isto hoje em dia há de tudo.

Fernando Martim said...

Caro Plei ades


Tente procurar por pirilampos na sua zona. Claro que não é o mesmo que uma visita guiada, em que há um conhecimento prévio das potencialidades do local a visitar.

Mas neste blog até existe bastante informação que o pode ajudar nisso.

lightalive said...

Concordo com o Fernando.

Muitas vezes temos grandes surpresas, mesmo junto ao local onde moramos.

Pleia Des said...


Ok, vou dar uma olhada aqui pela zona. A ver o que posso encontrar.

Obrigado.

Tânia Cardoso said...
This comment has been removed by the author.
Tânia Cardoso said...

Obrigada pela resposta.

Pleia Des said...

Vi 3 luzes a brilhar, na berma de um caminho de terra, aqui no meu bairro.

Estou muito contente, por saber que existem aqui pirilampos!

Vou-lhe enviar uma pequena descrição, sobre o que observei.

Pode ser que até dê para saber a espécie. :)

lightalive said...


Obrigado Pleia Des.

Pela descrição que me enviou, eram larvas do género Lampyris (é praticamente impossível, determinar a espécie através do estado larvar, para este género).