Bioluminescência

Este é um blog dedicado à bioluminescência mas, em especial, a pirilampos e vaga lumes de todo o mundo. Poesia,reportagens, imagens, descrições científicas é tudo bem vindo.Ainda mais quando pouco se sabe sobre estas criaturas maravilhosas e misteriosas. Este blog aloja igualmente um sector dedicado ao Firefly Project, em que várias descrições e imagens são fornecidas. O tema deste projecto é dedicado à identificação, distribuição e ecologia dos pirilampos em Portugal.

Thursday, February 26, 2015

Uma alforreca luminosa (Atolla vanhoeffeni)



             




















Esta espécie está presente nos mares portugueses.


http://sites.biology.duke.edu/johnsenlab/research/index.html

Bioluminescência marinha em expansão


Investigadores do Museu de História Natural Americano, descobriram que nas profundidades abissais, diferentes grupos de peixes bioluminescentes, têm tido resultados diferentes, a nível da diversificação de espécies.
Certos grupos (como os do peixe-lanterna) ao adotarem novas formas de se iluminar, estão a tornar-se bem sucedidos no seu habitat e a aumentar o seu numero de espécies.

Mais aqui: http://www.natureworldnews.com/articles/6230/20140303/bioluminescence-in-deep-sea-fishes-breeds-species-diversity.htm








Ventre de peixe-lanterna (visto por baixo)



http://sites.biology.duke.edu/johnsenlab/research/index.html

Saturday, February 21, 2015

Fotografias tiradas em Fevereiro de 2007












Mais pirilampos de Erra











Phosphaenus hemipterus (macho adulto)














Thursday, February 19, 2015

                           

                                         


Nova Iorque (USA): uma exposição foi realizada entre 2012 e 2013, onde foram exibidas réplicas de vários seres luminosos, como pirilampos, cogumelos e peixes, por exemplo. Alguns dos fenómenos naturais reproduzidos, levavam-nos a ver os célebres pirilampos cavernícolas da Nova Zelândia e os mares profundos e escuros iluminados por alforrecas, peixes e outros seres marinhos bioluminescentes.
Algumas réplicas de vaga-lume atingiam as dimensões de uma criança, e era possível carregar num botão e optar por um ambiente mais escuro, para poder ver em mais detalhe as formas luminosas expostas nesta maravilhosa exposição realizada em Nova Iorque, pela primeira vez.

Mais detalhes aqui:

http://www.newscientist.com/blogs/culturelab/2012/04/luminous-life-on-show.html







Ontario (Canadá): A mesma exposição, realizou-se depois (Maio de 2014) mas desta vez no Canadá, onde foram expostos vários seres bioluminescentes que já tinham sido exibidos previamente nos Estados Unidos. Tal como no seu vizinho do Sul, foi a primeira vez que tal tipo de exposição se realizou.

Mais aqui: http://metronews.ca/news/ottawa/1018966/museum-of-nature-has-fun-in-the-dark-with-bioluminescence/

Vale a pena recordar, que a primeira exposição dedicada ao tema geral da bioluminescência em Portugal, foi realizada em Setembro de 2013:

http://pirilampos-lightalive.blogspot.pt/2013_11_01_archive.html







Bactérias luminosas

Tuesday, February 17, 2015



Macho adulto de Nyctophila reichii


Larva da mesma espécie



                                        Outro exemplar



Fotos alojadas aqui:

 http://listadoentomologicobenimamet.blogspot.pt/2010/05/nyctophila-reichii-jacquelin-du-val.html   https://miblogdebichos.wordpress.com/coleopteros/lampyridae/nyctophila-reichii-jacquelin-du-val-1859/




Lamprohizas invernais de Erra













Fotos de Luís Guilherme Sousa


Cupinzeiros luminosos do Brasil


Thursday, November 06, 2014

Florestas ganham ainda mais luz com o avançar do Outono!




Diferentes fases larvares de distintas espécies de pirilampos, têm sido observadas e documentadas em variadas partes do nosso país.
Elevados níveis de humidade e temperaturas amenas, têm proporcionado boas condições para a observação destes insetos luminosos. Já tivemos registos de centenas de pirilampos em observações que duraram apenas cerca de 2 horas.

Monday, September 29, 2014

Cogumelos luminosos iluminam o húmus florestal






Friday, September 05, 2014



The 18th International Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence,
23-28 June 2014, Uppsala, Sweden













The International Firefly Symposium 2014




Pirilampos ajudam a salvar vidas humanas



https://www.youtube.com/watch?v=maSVceJqLG8

Não é apenas porque ajudam a regular os ciclos naturais, dos quais tanto precisamos para viver. É que na Medicina, já estão a ser utilizados genes de pirilampo que fazem as células cancerosas brilhar, permitindo a sua deteção, mesmo em fases bastante iniciais, possibilitando assim que sejam feitos tratamentos anti-cancro de forma atempada, antes que a doença se espalhe pelo resto do corpo.

Em Portugal a aplicação da bioluminescência do pirilampo no estudo das doenças, começa a ganhar pernas, com uma iniciativa de um grupo científico de uma Universidade de Coimbra:

http://www.superinteressante.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=567:a-proteina-do-pirilampo&catid=3:artigos&Itemid=77



January 2007 February 2007 March 2007 April 2007 May 2007 August 2007 September 2007 October 2007 November 2007 December 2007 January 2008 February 2008 March 2008 April 2008 June 2008 July 2008 August 2008 September 2008 November 2008 December 2008 August 2009 November 2009 December 2009 February 2010 March 2010 April 2010 May 2010 June 2010 December 2010 January 2011 February 2011 May 2011 September 2011 October 2011 December 2011 April 2012 May 2012 September 2012 October 2012 December 2012 February 2013 June 2013 November 2013 May 2014 June 2014 July 2014 August 2014 September 2014 November 2014 February 2015