Bioluminescência

Este é um blog dedicado à bioluminescência mas, em especial, a pirilampos e vaga lumes de todo o mundo. Poesia,reportagens, imagens, descrições científicas é tudo bem vindo.Ainda mais quando pouco se sabe sobre estas criaturas maravilhosas e misteriosas. Este blog aloja igualmente um sector dedicado ao Firefly Project, em que várias descrições e imagens são fornecidas. O tema deste projecto é dedicado à identificação, distribuição e ecologia dos pirilampos em Portugal.

Monday, June 08, 2015






                            Macho e fêmea de Lampyris iberica





Wednesday, May 13, 2015

Já viu algum pirilampo?

Tenho recebido algumas informações de avistamentos de vaga lumes e de outras formas bioluminescentes. Mas relanço aqui o assunto. Quem tiver visto algum, por favor, envie-me um mail, pm ou até um «comment».
Tente enviar uma resposta, que responda às seguintes questões:
1- Local e hora do avistamento (o mais pormenorizado que poder indicar, melhor).
2- Condições atmosféricas (se estava a chover, húmido, seco, calor ou outros...)
3- Condições de luminosidade do local (tinha iluminação artificial perto, longe ou nenhuma, se sim de que côr era a luz).
4-Que tipo de luz emitia o pirilampo? Côr? Piscava ou mantinha-se sempe acesa? Pulsares?
5- Em que habitat estava o pirilampo (floresta, campo, berma de caminho, etc...)? Diga-nos também se souber em que plantas o animal estava poisado ou a sobrevoar.
6- Por fim diga-nos o que é que o vaga lume estava a fazer? A comer, a acasalar, a descansar, a andar, ou a voar, etc...

As suas informações são muito importantes, pois muito pouco se sabe sobre estes animais misteriosos. Pode também dar um relato mais sintético sem responder a algumas das questões. Em muitos locais se assiste a diminuição notória dos seus números e assim se vai perdendo um dos maiores espetáculos da natureza.

Também temos interesse em outras formas de bioluminescência.

Para saber mais detalhes sobre o que poderá estar a encontrar, pode consultar livremente o nosso guia sobre os pirilampos de Portugal e mais algumas formas de bioluminescência em Portugal (que foram publicados já em Julho de 2014) em: Bioluminescência terrestre em PortugalGuia dos pirilampos de Portugal e Bioluminescência marinha em Portugal.

Envie as informações de preferência por email para: livinglightfestival@gmail.com

Obrigado!!






























Sunday, May 03, 2015


Nestes 2 vídeos pode-se ver alguma bioluminescência filmada no mar dos Açores (golfinhos «iluminam-se» ao nadar em mar repleto de plancton luminoso, por exemplo):

https://www.youtube.com/watch?v=-Wr6pMjH_4k


https://vimeo.com/33398128

Saturday, March 28, 2015


Inverno de 2015 deixa-nos com 2 novidades:


1- Centenas de larvas foram avistadas e reportadas, em várias partes do país, com novos registos para algumas localidades. Obrigado a todos pela colaboração e apoio!


2- A Câmara Municipal de Lisboa está de parabéns, por conjuntamente comigo, ter intervido numa parcela florestal (imagens temporárias embaixo, depois colocarei fotos mais detalhadas), no sentido de inverter a situação de pré-extinção de várias populações locais de pirilampos. É possível a coexistência pacífica de animais bioluminescentes com os humanos, mesmo em áreas urbanas. Obrigado por tudo!


















Primeiros pirilampos adultos de 2015, começam a aparecer!
Neste caso foi avistada uma fêmea de Luciola lusitanica, nos arredores de Lisboa, no dia 21 de Março.
Com um microclima geralmente mais quente, que a maior parte da Estremadura, certas zonas baixas e ainda florestadas, dos arredores de Lisboa (como a que está na imagem em baixo), têm registado ao longo dos anos, várias observações precoces de insetos luminosos já em estado adulto.






















Thursday, February 26, 2015

Uma alforreca luminosa (Atolla vanhoeffeni)



             




















Esta espécie está presente nos mares portugueses.


http://sites.biology.duke.edu/johnsenlab/research/index.html

Bioluminescência marinha em expansão


Investigadores do Museu de História Natural Americano, descobriram que nas profundidades abissais, diferentes grupos de peixes bioluminescentes, têm tido resultados diferentes, a nível da diversificação de espécies.
Certos grupos (como os do peixe-lanterna) ao adotarem novas formas de se iluminar, estão a tornar-se bem sucedidos no seu habitat e a aumentar o seu numero de espécies.

Mais aqui: http://www.natureworldnews.com/articles/6230/20140303/bioluminescence-in-deep-sea-fishes-breeds-species-diversity.htm








Ventre de peixe-lanterna



http://sites.biology.duke.edu/johnsenlab/research/index.html

Saturday, February 21, 2015

Fotografias tiradas em Fevereiro de 2007












Mais pirilampos de Erra










Fotos de Luís Guilherme Sousa

Phosphaenus hemipterus (macho adulto)














Thursday, February 19, 2015

                           

                                         


Nova Iorque (USA): uma exposição foi realizada entre 2012 e 2013, onde foram exibidas réplicas de vários seres luminosos, como pirilampos, cogumelos e peixes, por exemplo. Alguns dos fenómenos naturais reproduzidos, levavam-nos a ver os célebres pirilampos cavernícolas da Nova Zelândia e os mares profundos e escuros iluminados por alforrecas, peixes e outros seres marinhos bioluminescentes.
Algumas réplicas de vaga-lume atingiam as dimensões de uma criança, e era possível carregar num botão e optar por um ambiente mais escuro, para poder ver em mais detalhe as formas luminosas expostas nesta maravilhosa exposição realizada em Nova Iorque, pela primeira vez.

Mais detalhes aqui:

http://www.newscientist.com/blogs/culturelab/2012/04/luminous-life-on-show.html







Ontario (Canadá): A mesma exposição, realizou-se depois (Maio de 2014) mas desta vez no Canadá, onde foram expostos vários seres bioluminescentes que já tinham sido exibidos previamente nos Estados Unidos. Tal como no seu vizinho do Sul, foi a primeira vez que tal tipo de exposição se realizou.

Mais aqui: http://metronews.ca/news/ottawa/1018966/museum-of-nature-has-fun-in-the-dark-with-bioluminescence/

Vale a pena recordar, que a primeira exposição dedicada ao tema geral da bioluminescência em Portugal, foi realizada em Setembro de 2013:

http://pirilampos-lightalive.blogspot.pt/2013_11_01_archive.html







Bactérias luminosas

January 2007 February 2007 March 2007 April 2007 May 2007 August 2007 September 2007 October 2007 November 2007 December 2007 January 2008 February 2008 March 2008 April 2008 June 2008 July 2008 August 2008 September 2008 November 2008 December 2008 August 2009 November 2009 December 2009 February 2010 March 2010 April 2010 May 2010 June 2010 December 2010 January 2011 February 2011 May 2011 September 2011 October 2011 December 2011 April 2012 May 2012 September 2012 October 2012 December 2012 February 2013 June 2013 November 2013 May 2014 June 2014 July 2014 August 2014 September 2014 November 2014 February 2015 March 2015 May 2015 June 2015