Tuesday, January 18, 2011

Cogumelos bioluminescentes em Portugal



















                                           Omphalotus olearius - Carlos Enrique Hermosilla




















     
     Mycena pura
     
 


Tem sido afirmado por alguns que em Portugal apenas existe um macrofungo bioluminescente: o Omphalotus olearius.

Tendo em conta, que no mundo inteiro, a cifra atual do número de espécies com estas propriedades não chega a uma centena, não parece muito surpreendente o que foi dito acima...

Mas o que acontece é que não é verdade, pois temos mais espécies bioluminescentes (e ainda mais podem faltar nesta lista):

Armillaria mellea

Armillaria gallica

Armillaria ostoyae

Armillaria tabescens

Mycena pura

Mycena polygramma

Collybia tuberosa

Mycena haematopus (luz apenas visível através de um fotómetro)

Mycena rorida (esporos bioluminescentes)


Existe a possibilidade de mais espécies de Armillaria e Mycena serem bioluminescentes.

Está presente no nosso país, a espécie Panellus stipticus (apenas conhecida na Ilha da Madeira) mas só se conhece bioluminescência nas estirpes norte-americanas. Contudo, ainda nada se sabe sobre a variedade presente na Madeira.

Vários possíveis registos provenientes de Espanha, indicam-nos a enorme probabilidade da presença de Omphalotus illudens em Portugal. Infelizmente o nosso país não reúne tantos interessados em cogumelos, daí a provável falta de registos.

Mas aqui está a primeira referência feita para Portugal, sobre o assunto.


6 comments:

NUNO MIGUEL CARVALHO said...

Extraordinário!
Nunca tinha visto qq referência a estes cogumelos.
São de facto mágicos!

Nuno Miguel Carvalho
16 Fev. 2011
12h50

Fernando Martim said...

Sem dúvida, é a referência mais completa sobre o tema que conheço.

Só sabia que o Omphalotus olearius era bioluminescente.

Rita Fernandes said...

Nunca pensei que houvessem cá destas espécies! Só em países como o Brasil (porque vi nas notícias).

Fernando Martim said...

Eu em Portugal, só sabia que tinhamos o Omphalotus, porque tinha ouvido falar sobre essa espécie de cogumelo, porque produzia luz e vivia junto a oliveiras.

Pleia Des said...


Mas o Omphalotus, pelo que li, não escolhe só oliveiras. Ou estarei errado?

lightalive said...


Sim, não crescem só junto a oliveiras.