Saturday, June 19, 2010

Participe!





Foto:  http://papics.eu/blog/?tag=fenyszennyezes

Já viu algum pirilampo?
Tenho recebido algumas informações de avistamentos de vaga lumes e bioluminescência em geral. Mas relanço aqui o assunto. Quem já viu alguma forma de bioluminescência, por favor, envie-me um mail, pm ou até um «comment».Tente enviar uma resposta que responda às seguintes questões:


1- Local e hora do avistamento. (o mais pormenorizado que poder indicar, melhor).


2- Condições atmosféricas ( se estava a chover, húmido, seco, calor,etc...)


3- Condições de luminosidade do local ( tinha iluminação artificial perto, longe ou nenhuma, se sim de que côr era a luz).


4-Que tipo de luz emitia o pirilampo? Côr? Piscava ou mantinha-se sempe acesa? Pulsares?


5- Em que habitat estava o pirilampo? Floresta, campo, berma de caminho, etc... Diga-nos também (se souber) em que plantas o animal estava poisado ou a sobrevoar.


6- Por fim diga-nos o que é que o vaga lume estava a fazer? A comer, a acasalar, a descansar, a andar, a voar, etc...


As suas informações são muito importantes, pois muito pouco se sabe sobre estes animais misteriosos. Pode também dar um relato mais sintético sem responder a algumas das questões.
Se poder tirar uma foto, agradecemos.
Pode também pedir-nos referências para a identificação de espécies em Portugal.

Em muitos locais se assiste a diminuição notória dos seus números e assim se vai perdendo um dos maiores espectáculos da natureza.

Envie email de preferência para : livinglightfestival@gmail.com

Obrigado!


9 comments:

Rui Sousa said...

Encontrei no dia 24-06-2010 duas larvas, com cerca de 20 mm de comprimento, em fontanelas, Sintra. Estavam cerca de 18º C, não chove há vários dias, e eram 22:30 quando as vi.

lightalive said...

Muito obrigado pelo relato!
Mas aproveito a oportunidade e já agora:
Brilhavam essas larvas? Se sim, como? Por flashes, luz contínua,etc..? E qual a côr da luz?

Obrigado!

Rui Sousa said...

Brilhavam na parte traseira, a luz era constante. Tirei uma fotos que posso partilhar. Gostava de identificar a espécie :)

lightalive said...

Se puder enviar essas fotos seria muito bom! :)

Obrigado.

Rui Sousa said...

Já enviei por email ;)

R. Horta said...

1- Local e hora do avistamento.
- Benfica, dias 8/9 de Outubro entre as 23h e as 04h00.

2- Condições atmosféricas
- Chuva permanente

3- Condições de luminosidade do local
- Nenhuma iluminação

4- Que tipo de luz emitia o pirilampo?
- Luz dourada intermitente e irregular.

5- Em que habitat estava o pirilampo?
- Zona de descampado/pequena mata, principalmente num canavial.

6- Por fim diga-nos o que é que o vaga lume estava a fazer?
- Estavam pousados.

lightalive said...

Obrigado R. Horta pela descrição.
Quantos pirilampos desses viu?
Em princípio devem ser larvas.

lightalive said...
This comment has been removed by the author.
lightalive said...


Enviado a 14 de Julho de 2010, pelo Helder (Paços de Ferreira): «Avistei um pirilampo aqui em minha casa (no meu quintal/jardim há cerca de 3\4 semanas. Bem bonito e luminoso.
Encostado a dois dos muros, debaixo da ramada, sem luz directa mas com alguma luz residual da iluminação pública. Tem pouca vegetação o local onde já o(s) vi. É um local um pouco protegido.
A luz era estável. Também o pirilampo estava imóvel. Teria cerca de 2,5\3 cm de comprimento.
Tem brilhado várias noites seguidas ultimamente.
E penso que aparece por todo o concelho - pelo menos a metade sul é de certeza, tanto na minha freguesia actual como naquela onde nasci e cresci, separadas por poucos quilómetros.

P.S.: dá gosto observar aquela luz pela noite. Faz-me lembrar a minha infância em que no verão observava inúmero pirilampos e imaginava como ele seriam para nos dar aquela linda luz...»