Thursday, February 28, 2008

Lamprohiza mulsanti








A transparência da sua cutícula (plano ventral e dorsal)  permite-nos ver à noite as suas luzes de todos os ângulos.

Todas estas 5 fotos foram tiradas a insectos do Parque Biológico de Gaia.





   Fêmea adulta de Lamprohiza mulsanti










   Macho adulto de Lamprohiza mulsanti


3 comments:

Tânia Cardoso said...


Muito engraçado. Machos e fêmeas são bem diferentes, parecem até de espécies completamente distintas.

Fernando Martim said...


Concordo com a Tânia.

lightalive said...


É verdade, o dimorfismo sexual em muitos pirilampos, é bastante acentuado.