Saturday, January 13, 2007

Os pirilampos são controladores de pragas



Muitos pirilampos alimentam-se de caracóis e lesmas, principalmente. Como sabemos, à conta destes moluscos (gastrópodes terrestres), perdem-se milhares e milhares de euros, todos os anos, um pouco por todo o mundo, em culturas danificadas.
Por vezes lesmas e caracóis assumem proporções de praga e podem tornar-se realmente prejudiciais.
Mas os pirilampos, por sua vez, se não forem incomodados podem ajudar a controlar pragas e como predadores eficazes que são, equilibram o ambiente normalizando e estabilizando a ecologia dos locais onde conseguem prosperar.
Curiosidades sobre o assunto:
Na Nova Zelândia foram introduzidos pirilampos provenientes da Europa ( Lampyris noctiluca) para controlar o número excessivo de gastrópodes que estraga as culturas agrícolas.
No Nepal, para travar a invasão de caracóis gigantes provenientes de África, usou-se um pirilampo gigante local e os resultados foram efectivamente interessantes e positivos.
Em agricultura biológica, os pirilampos deviam ser mais respeitados pelo papel benéfico que exercem, pois assim não é preciso usar produtos nocivos ao ambiente e a nós mesmos, como pesticidas, para controlar as pragas que se alimentam dos produtos vegetais que cultivamos.


5 comments:

zjjllb said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Ganesha said...

Muito interessante este teu trabalho. Amo!

lightalive said...


Obrigado!

Fernando Martim said...

Desconhecia que os pirilampos também tivessem esse papel.

Interessante, obrigado.

Rita Fernandes said...


Tal como para o Fernando, também é uma grande novidade para mim!

Gostei muito de saber, obrigada.